sábado, 30 de maio de 2009

Você é a...? - Deleted -


Lendo os dois últimos posts de Te amo, porra, percebi que além de sangue de barata, tenho memória de peixe.
Patrícia relata os perfis de filhos da puta de que ela não gosta.
Parei pra pensar.... (olha, acho o máximo reflexão, tá)
Tenho o dom de apagar algumas situações ruins que tiveram influencia de alguma vagabunda.
E sempre vem da onde você menos espera, e da 'amiga' mais sonsa, incrível.
Me esqueço do nome, do rosto e da situação, mas alguns aprendizados ainda refletem nas minhas escolhas e isso até já me prejudicou, afastando pessoas que 'talvez' não mereciam ver o modo "proteção" ativado, porque eu viro o bicho quando percebo um 'sinal' de putice pro meu lado.

Teve uma cachorra que teve a capacidade de me roubar uma lapiseira Pentel (olha o nível) e o troco do Mcdonald's de quando (chora comigo) eu lhe paguei um sorvete no dia do seu aniversário.

Desde o pré-primário eu me fodo nas amizades.
Fura olho é um encosto na minha vida.
Já acatei esse karma e nem reclamo mais.
Mas já desenvolvi técnicas para identificar as perigosas que tentam surgir na minha vida.
E larguei mão de amizade verdadeira com mulheres, viu...
Amizade feminina, é tudo uma máfia, uma competição maluca que eu não vejo sentido algum. Juro.

Mas assim, canceriana né? Fico magoada, emputecida, mas esqueço logo...

Oi?  Só um minutiiinho....não me lembro...
Tomo hormônios e sou lenta...

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Faculdade de quê??

De eventos, PORRA
Não AGUENTO mais repetir.

Mas como além de fazer faculdade de EVENTOS eu carrego o fardo de ser brasileira, paulista, parda, fã do Supla e formada em Design de Interiores (hein?), aprendi a lidar com a rejeição, o impacto e a vergonha alheia.

Caras de espanto já não me chocam mais, e nunca me deprimiram.. cago para as conversas paralelas:
"aquela alí? bizaaarra, gosta de Supla e faz faculdade de E-VEN-TOS.. já ouviu falar? pois é, eu também não....(cri cri cri) mas é gente fina. Olha aquela nuvem parece a Maísa..."

CAGO

Ser PAULISTA fode, não posso nem ter um preconceito de carioca em paz.
Se fosse gaúcha, OK, mas paulista não pode!
(Patrícia -Te amo, porra e Danih - Escutando Lixo moram no meu coração e no RJ).

Ser PARDA, nem se fala, a família do meu pai é toda de negrão, mas se EU falo alguma coisa de negro, sou racista, só porque eu não nasci negrona não posso falar nada que parece preconceito!? (Ódio de ser 'moreninha')
Sou 'meio termo'  logo, não posso falar mal de loira também!

Ser fã de SUPLA?? leia aqui.

-E então, o que você estuda?
- DESIGN DE INTERIORES
- Que isso?
- Ahnnn decoração, vai...
- Ahh sim, e porque não larga de frescura e fala logo decoração?
(poderia responder: - Porque você não se joga do armário e empurra teu pai, viado? - mas sou educada)
- Porque senão vão pensar que só entendo de tapete...
- Mas você entende de tapete, né?
- [palavrão]


Hoje em dia eu já abrevio uma parte da conversa:
"Faço faculdade de Eventos, porque como já fiz Decoração, pretendo trabalhar com cenografia"

E a pessoa perde uns segundos fritando a mente formulando uma pergunta cretina (se for loira e/ou carioca, ganho mais tempo) e já aproveito para anexar à resposta, "vou no banheiro".
(frase que tem me salvado de poucas e boas - mas estou com fama de cagona)

Mas ainda não sei como evitar algumas perguntas:
- Mas existe? (sim, Telecurso)
- Mas precisa de faculdade pra fazer evento??? (precisa pra fazer programa?você se forma quando??)
- Ah legal, vai ser hostess?? (essa já vem com a imagem de 'puta' embutida)

Olha, vamos esclarecer algumas coisas:
NÃO VOU ARRUMAR VIP NA BALADA
NÃO VOU SER PUTA
NÃO VOU FAZER CASAMENTO
NÃO VOU FAZER BATIZADO NEM MISSA DE 7° DIA


Obrigada, vou ao banheiro....